Tratamentos

2731665.jpg

Ovodoação

A ovodoação é uma técnica de Reprodução Assistida na qual o óvulo é anonimamente doado de uma mulher (doadora) para outra (receptora). Este é o tratamento para mulheres que não tenham óvulos disponíveis. A exceção ao anonimato é quando a ovodoação é realizada por familiares de até 4º grau (desde que não incorra em consanguinidade).

A doação de óvulos implica na realização da técnica de Fertilização in vitro ou Fertilização in vitro com ICSI. Não há acesso, por nenhuma das partes, à identidade dos envolvidos, bem como informações sobre o sucesso da gravidez.

 

Indicações

As indicações mais comuns para que uma mulher necessite receber óvulos de outra mulher são: falência ovariana, síndrome de resistência ovariana, pequeno número de óvulos obtidos em ciclos de Fertilização in Vitro (FIV), más respondedoras e idade avançada.

 

Como funciona

No Conception contamos com duas opções de tratamento com óvulos doados:


Importação de óvulos

O Conception mantém uma parceria com o banco de óvulos argentino IVI Bank, que permite que casais adquiram óvulos para realizar tratamento. O número de óvulos necessário/recomendado é definido com apoio do médico assistente.

Assim que são transportados para o Brasil, os óvulos estão disponíveis para o tratamento. Os óvulos da doadora são descongelados e fertilizados no momento de escolha do casal, sendo transferidos posteriormente para o útero da receptora.

 

Geralmente realizamos duas importações anuais, uma a cada semestre.

 

Doação compartilhada

Neste caso, a doadora é uma paciente que irá fazer tratamento na clínica doar parte de seus óvulos para outro casal, de forma anônima. A equipe médica do Conception seleciona uma receptora compatível.

 

Assim que os óvulos da doadora são retirados, parte deles são doados para a receptora e estão disponíveis para ela realizar o tratamento.

 

Neste caso, o casal receptor arca financeiramente com parte do tratamento da doadora, além do seu próprio tratamento.

 

Requisitos iniciais para ser uma doadora no Conception

  • Idade superior a 18 anos e inferior a 35 anos;

  • Ter boa saúde;

  • Histórico negativo de doenças prévias e doenças geneticamente transmissíveis;

  • Exame de cariótipo normal;

  • Exames negativos para doenças sexualmente transmissíveis;

  • Bom nível cognitivo e de ajustamento psicossocial.

Preenchendo os requisitos acima, a mulher está apta à avaliação médica e psicológica mais aprofundada necessária para a doação de óvulos.

Detalhes do tratamento com ovodoação

O que diz a legislação vigente sobre Ovodoação

(Resolução de Conselho Federal de Medicina de número 2.294/2021,  disponível aqui: https://sistemas.cfm.org.br/normas/arquivos/resolucoes/BR/2021/2294_2021.pdf ) :

 

  • A doação não pode ter caráter lucrativo ou comercial.

  • Os doadores não devem conhecer a identidade dos receptores e vice-versa, exceto na doação de gametas para parentesco de até 4º (quarto) grau.

  • A idade limite para a doação de gametas é de 37 anos. Exceções ao limite da idade feminina poderão ser aceitas nos casos de doação de óvulos previamente congelados, desde que a receptora/receptores seja(m) devidamente esclarecida(os) dos riscos que envolvem a prole.

  • A Clínica deve evitar que uma doadora tenha produzido mais de dois nascimentos de crianças de sexos diferentes em uma área de 1 milhão de habitantes. Uma mesma doadora poderá contribuir com quantas gestações forem desejadas, desde que em uma mesma família receptora.

  • É permitida a doação voluntária de gametas, bem como a situação identificada como doação compartilhada de oócitos em RA, em que doadora e receptora compartilham tanto do material biológico quanto dos custos financeiros que envolvem o procedimento

  • A escolha das doadoras de oócitos, nos casos de doação compartilhada, é de responsabilidade do médico assistente. Dentro do possível, deverá selecionar a doadora que tenha a maior semelhança fenotípica com a receptora, com a anuência desta. A responsabilidade pela seleção dos doadores é exclusiva dos usuários quando da utilização de banco de gametas ou embriões.

 

*Estas informações são apenas para um conhecimento geral a respeito do procedimento com o intuito de entendimento leigo e não podem ser consideradas como uma consulta médica. Só o seu médico pode indicar o tratamento de escolha para seu caso específico.