Tratamentos

Fertilização In Vitro com ICSI

No processo de fertilização in vitro com ICSI a única diferença em relação ao processo de fertilização in vitro é na etapa laboratorial. Na fertilização in vitro convencional, os espermatozoides são posicionados ao redor do óvulo, de forma semelhante ao que acontece na fecundação natural. Já na fertilização in vitro com ICSI, um único espermatozoide é empurrado (injetado) para dentro do óvulo por meio de agulhas de um microscópio de alta precisão, induzindo a fertilização. ICSI é a sigla em inglês para “Injeção intracitoplasmática de espermatozoides”. Para saber como funciona a fertilização in vitro, clique aqui.

Quando ICSI está indicado?

Principalmente nestas situações:

- Há infertilidade por fator masculino grave. São exemplos: quando o paciente conta com a mínima quantidade de espermatozoides ou ainda condições que requeiram a Aspiração de Espermatozoides do Testículo/Epidídimo;
- Casais que tenham tido muito baixas taxas de fertilização em FIV anteriores; 
- Pacientes com alterações morfológicas, ausência ou baixa motilidade nos espermatozoides.

 

 

 

*Estas informações são apenas para um conhecimento geral a respeito do procedimento com o intuito de entendimento leigo e não podem ser consideradas como uma consulta médica. Só o seu médico pode indicar o tratamento de escolha para seu caso específico.

©  Conception Centro de Reprodução Humana.

Caxias do Sul  (54) 3534.8195 - 3419.7151    |    Chapecó  (49) 3329.3169   |   Porto Alegre  (51) 3222.1725

  • White YouTube Icon
  • White Facebook Icon
  • White Instagram Icon