Contato com agrotóxicos pode causar alterações nos espermatozoides

December 1, 2018

Dentre tantas consequências para a saúde que o uso dos agrotóxicos pode causar, pouco se fala do impacto destas substâncias na saúde reprodutiva.

 

O contato e exposição aos pesticidas já foram associados, em diversos estudos científicos, com alterações no sêmen de agricultores. As principais alterações seminais relacionadas ao uso dos agrotóxicos são a redução no número de espermatozoides, e da sua motilidade (capacidade do espermatozoide movimentar-se para alcançar os óvulos).

 

Algumas alterações no sêmen inclusive já foram verificadas em vitivinicultores de nossa região, em pesquisa realizada há 5 anos no município de Farroupilha com 99 homens*. Nesta pesquisa, além de alterações no formato dos espermatozoides, foram verificadas alterações nos hormônios sexuais e disfunções nos testículos dos homens que mantinham contato constante com herbicidas e fungicidas especificamente. 46% dos agricultores que tiveram contato por 6 anos ou mais com os pesticidas apresentaram sêmen de baixa qualidade.

 

Essas alterações na quantidade, motilidade e formato dos espermatozoides podem implicar em dificuldades de engravidar a parceira, abortos ou ainda na geração de bebês com problemas. Por isso é importante que os homens tenham muito cuidado ao manusear os pesticidas, tomando os devidos cuidados.

 

Toda manipulação dos agrotóxicos deve ser realizada com equipamento de segurança adequado, nunca diretamente com as mãos. É importante ressaltar que essa proteção não seja “improvisada”, para não acarretar consequências maiores. Um exemplo disso é o uso de panos ou roupas cobrindo a boca e nariz ao invés do uso de máscaras adequadas: nesses casos, os tecidos de algodão tendem a absorver o pesticida e aumentar a exposição pelas vias aéreas ao invés de proteger.

 

Lavar as roupas que tiveram contato com esses produtos separadamente, utilizar equipamentos de segurança adequados também na aplicação dos pesticidas, lavar bem as mãos após a preparação e aplicação do produto são outras medidas simples que podem reduzir o impacto dos agrotóxicos na saúde do agricultor e evitar alterações no seu sêmen.

 

*C. Cremonese, et al., Occupational exposure to pesticides, reproductive hormone levels and sperm quality in young Brazilian men, Reprod Toxicol (2017).

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

Procurar por tags
Please reload